segunda-feira, 8 de agosto de 2011

TUDO

Quem pode extravasar isso que sinto?
Dentro de mim não cabe, explodo!
Com a verdade mesmo minto
E com tudo e nada me incomodo.

Quero ir aos céus, descer ao inferno
Ir a todos os lugares num minuto
Fazer com que esse instante seja eterno
Porque eu sinto, sinto, e sinto muito.

Minha alma não posso mais conter
Como se vai embora e assim me diz
Que posso mesmo quem sabe até morrer
Desse jeito que estou, triste e tão feliz!

Ah! Eu colho as rosas do absurdo
Posso até gritar que continuo muda
E tudo é nada e nada é tudo
E mais e mais a alma inunda.

Que posso ainda mais querer...? Eu não me iludo...
A visão do ser amado ainda queria
Aí então dizer eu poderia
Que tudo isso agora é MAIS que tudo!

Ana Roen

Nenhum comentário:

Postar um comentário