quarta-feira, 17 de agosto de 2011

POR QUÊ?


O que fazer da noite que assombra?

O que fazer se o mal se avizinha?

Tristeza e dor tenho de sobra

E com todos vocês estou sempre sozinha.



O que fazer se a dor me vence?

Como secar a lágrima que escorre?

E se a tristeza me pertence

Por que dela assim se morre?



Por que é essa dor tão vivaz?

Por que de mim e apossa?

E por que nunca se satisfaz,

Pisa, insulta, rir, faz troça...?



Até quando meu Deus... Tudo vê

Me deixará assim vencida

Quanto choro há mais pra verter

E quanta dor ainda há nessa vida?



Ana Roen

Nenhum comentário:

Postar um comentário