quinta-feira, 7 de julho de 2011

DESEJAR

Ver o brilho de uma estrela
E desejar tocá-la
Abandonar
Essa ideia
E desejar mais
Muito mais
Desejar
Sê-la
Pra do alto céu
Te  acompanhar.

Desejar ser o sol que queima
E tocar seu rosto
Com calor tão intenso
Que  teima...
Ou mesmo o calor
De um sol já posto.

Ser o mar bravio
Que contempla de onde estás
Ou ser apenas o navio
Que atraca nesse cais.

Ser amada, muito amada...
Ou ser nada, quase nada
As folhas que tu pisas
O chão da tua casa
A tua comida
A tua bebida
Alguém que passa.

Desejar apenas a graça
De estar na tua vida.

Ana Roen

Nenhum comentário:

Postar um comentário